Noticias

Colombianos acusados de agiotagem conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Crateus

Compartilhe!

Nesta quinta 05/07/2018, por volta de 10h00min, a composição RAIO, em patrulhamento de rotina quando, na Rua Humberto de Campos, ao lado da rodoviária de Crateús, foi abordado um casal que estava transitando numa motocicleta yamaha, de placa QDL 3277, sendo feita a busca pessoal no rapaz e a vistoria na bolsa da moça, onde foi constatado indício de agiotagem, pois além de ter uma quantia de R$ 792, 05, e que ao vistoriar os aparelhos celulares do casal também foram encontrados indícios de anotações como: tabelas, conversas com possíveis clientes e uma planilha discriminando valores devidos e juros.

Foi percebido pela composição, que o casal trata de: BRAYAN STIVENS RUGELES VINASCO, 23 anos,colombiano, amasiado, estudante, residente na Rua Norberto Ferreira de Sousa, 1886, Fátima I, Crateús , e MARIA DEL MAR GOMES VÁSQUEZ, 20 anos,colombiana, amasiada, estudante, também residente na Rua Norberto Ferreira de Sousa, 1886, Fátima I, Crateús.

A composição foi até a residência do casal onde foram encontrados mais valores em dinheiro e alguns papéis que seriam como promissórias, onde constam os juros diários devidos, que afirma ter encontrado em um dos aparelhos celulares, uma foto de um comprovante de depósito em dinheiro em nome de Didier J Velasquez Obando. Logo depois, foram até outra residência, localizado na Rua Dom Pedro II, número 1065, próximo ao Laiane Hotel, onde lá estavam dois colombianos de nomes: ALÍRIO POPAYANEJO OSPINA,21 anos, colombiano, solteiro, estudante, residente na Rua D. Pedro II, 1065, Centro, Crateús , e YORDY FERNANDO GUZMAN SANTACRUZ, 24 anos,colombiano, solteiro, pedreiro, residente na Rua D. Pedro II, 1065, Centro, Crateús , sendo encontrado mais indícios de agiotagem, como vários cartões preenchidos, agendas contendo anotações dos valores devidos e uma quantia em dinheiro.

Diante dos indícios, todos foram conduzidos a delegacia para os devidos procedimentos, sendo autuados com base no Artigo 288 do CP, Art. 4º, da Lei 1521/51, crime contra a economia popular.


Compartilhe!

Dr Andre Luis médico otorrinolaringologista. Mais de 20 anos de experiência. Atende na Laboclínica. 36912167

error: Conteúdo Protegido !!