Noticias

ACUSADO DE ABUSAR DA PROPRIA FILHA DE 5 ANOS EM IPAPORANGA FOI PRESO ARARENDÁ. ELE PASSOU A NOITE COM A CRIANÇA NO MATAGAL

Compartilhe!

Por volta das 16h00 horas desta segunda( 11) na localidade de Ribeiro de baixo município de Ararendá foi preso o elemento de nome: Raimundo Nonato Martins dos Santos, vulgo Raimundo da torre, 42 anos, Natural de Nova Russas, amasiado, agricultor, residente à Rua projetada 4 bairro Jovinão- Nova Russas. Elemento já com passagens pela polícia inclusive por estupro.

Raimundo da Torre é acusado de ter estuprado a própria filha de 5 anos de idade. Tudo aconteceu quando no último domingo (10) por volta das 16h00 horas Raimundo da torre foi até a casa da ex-companheira, na Localidade de Lagoa do Peixe, Nova Russas e lá pegou a filha de 5 anos de idade, dizendo que ia levá-la para que a mesma lanchasse em outro local, só que chegando no local o pessoal não aceitou, pois haviam pessoas ingerindo bebida alcoólica e ele saiu com a criança e desapareceu no matagal.

Durante a noite de domingo para segunda foram realizadas várias buscas por familiares e por outras pessoas da localidade, policiais militares foram acionados estiveram no local e realizaram várias buscas mas não obtiveram nenhuma notícia do paradeiro de Raimundo da torre e da criança. Já por volta das 05:30 da manhã desta segunda o elemento apareceu na localidade onde havia pegado a criança, ou seja, lagoa do peixe e próximo à residência deixou a criança e desapareceu. A mãe estranhou o comportamento da criança e disse que encontrou marcas de sangue na mesma e daí foi acionado o conselho tutelar.

Ainda na manhã desta segunda a criança foi levada para a delegacia regional de polícia, depois foi submetida a exame que constatou que a mesma havia sido vítima de violência sexual, daí, com o laudo, policiais da força tática Nova Russas diligenciaram e conseguiram localizar o acusado já no município de Ararendá. Ele foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil onde acabou sendo autuado em flagrante por estupro e nesta terça o acusado será levado para o Centro de triagem em Novo Oriente.

O que chamou a atenção foi que durante a entrevista da mãe da criança realizada para a nossa reportagem, no final a criança chegou a dizer a seguinte frase: Ele não é meu pai, ele é um monstro. O crime revoltou a população não só do município de Ararendá.

Uma observação é que a criança estava com um aparelho celular do irmão e o mesmo não foi localizado.


Compartilhe!

Comente com Facebook

error: Aviso: Conteúdo Protegido !!