Noticias

FILHO MATA O PRÓPRIO PAI COM PAULADA NA CABEÇA NA ZONA RURAL DE CRATEÚS

Compartilhe!

Hoje, 18 de abril de 2021, por volta das 17h40min, na localidade de Marcos, Distrito de Ibiapaba, neste município de Crateús, ocorreu uma lesão corporal a paulada. A vítima foi socorrida por populares para a cidade de Crateús mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito durante o deslocamento.

A VTR IRSO C/CMD, que já se encontrava na referida localidade, próximo ao local do fato, fez diligências e conseguiu lograr êxito na captura do suspeito de ser o autor da lesão corporal seguida de morte. O suspeito é filho da vítima. O mesmo foi apresentado na DRPC em Crateús para feitura dos procedimentos cabíveis. O IML foi acionado para remoção do corpo da vítima que se encontra no hospital local.


VÍTIMA: EDIMILSON MIGUEL DA SILVA, nascido aos 13.12.1968, natural de Nova Russas, filho de Gonçalo Miguel da Silva e Filomena Pereira da Silva, residente e domiciliado no Distrito de Ibiapaba.
SUSPEITO: FRANCISCO IVANILDO DA COSTA SILVA, nascido aos 17/12/2001, natural de Crateús – Ce, filho de Vanuza Mourão da Costa e Edimilson Miguel da Silva, residente e domiciliado no Distrito de Ibiapaba.

De acordo com a versão apresentada pelo acusado e pela mãe, o senhor Edmilson chegou em casa embriagado e armado com uma foice disse que ia matar o próprio filho e também chegou a lesionar a companheira. O filho para se defender pegou um pedaço de pau e desferiu uma paulada contra o próprio pai, sendo que a vítima foi socorrida por populares para o Hospital São Lucas onde veio a óbito. Quando a polícia chegou no local o acusado do crime encontrava-se na residência. Ele apresenta uma lesão na mão esquerda.

Segundo a mãe do acusado, que é a esposa da vítima, sempre quando a vítima se embriagava começava a provocar e ameaçar o próprio filho. Observação: A tempos atrás o outro filho da senhora Vanusa ja havia sido assassinado com tiro de espingarda na localidade onde residia. A ocorrência foi apresentada ao Delegado plantonista que decidiu por fazer o procedimento por portaria, haja visto que tudo indica que a vítima agiu em legítima defesa e que também toma medicamento controlado, além de não ter fugido do local do crime.

O acusado irá responder liberdade.


Compartilhe!

Comente com Facebook

error: Aviso: Conteúdo Protegido !!