Noticias

EX MOTORISTA USOU O CARRO DA PREFEITURA E DIARIAS PAGAS PELO MUNICIPIO PARA PLANEJAR O ROUBO NA CASA DO PREFEITO DE CRATEUS

Compartilhe!

ex-motorista do prefeito de Crateús, no interior do Ceará, usou o carro da prefeitura e diárias pagas pelo município para planejar um roubo à casa do próprio prefeito. À época do crime, ele era contratado do gabinete do gestor. A autoria do crime foi revelada nesta segunda-feira (8) pela Polícia Civil do Ceará.

Marcelo Ferreira Machado (Solidariedade) teve a casa roubada em 15 de outubro de 2020. Conforme a Polícia Civil, os suspeitos levaram uma maleta dele com um valor entre R$ 10 mil e R$ 12 mil, além de documentos.

As investigações levaram a cinco suspeitos de envolvimento no crime. Quatro estão detidos, incluindo o ex-motorista pessoal dele, Jonny Ferreira Rodrigues. Conforme a Polícia Civil, Jonny foi o mentor intelectual do roubo e viajou à Fortaleza em missão oficial pelo município, mas aproveitou para contratar pessoas e executar o crime. Jonny foi candidato à Câmara Municipal de Crateús, em 2016, mas perdeu e ficou na suplência.

De acordo com o delegado regional de Crateús, Matheus Araújo, “No dia do assalto, Jonny ficou colado no prefeito. A missão dele era verificar a sua movimentação, já que estava em campanha eleitoral, e da polícia.” Segundo o delegado, o então servidor da Prefeitura sinalizou o momento ideal para que o bando iniciasse a abordagem.

Suspeito trabalhava no gabinete

Conforme o portal da transparência do município, na época do roubo, Jonny Ferreira estava lotado em um cargo comissionado da assessoria de gabinete da Prefeitura, com salário equivalente a R$ 2,2 mil. Ele esteve como funcionário do município até dezembro do ano passado, mas já não aparecia como beneficiário em janeiro deste ano.

As investigações começaram no mesmo dia , com a prisão de um dos suspeitos do crime, que teria sido contratado em Fortaleza para quebrar um suposto cofre de posse do prefeito. Esse objeto não foi encontrado pelo bando durante a ação. A última prisão ocorreu no nesse sábado (6), em Fortaleza, mas a Polícia Civil ainda tenta prender mais um suspeito, cuja localização ainda não foi realizada.

FONTE: G1


Compartilhe!

Comente com Facebook

error: Aviso: Conteúdo Protegido !!